VÍDEO: Mataraca sonha com porto de águas profundas

No Litoral Norte da Paraíba, o município de Mataraca está preparando sua infraestrutura para viabilizar o projeto de porto de águas profundas. O prefeito do município, Egberto Madruga (PSB), lidera essa mobilização, que conta com o apoio de todos os prefeitos dos outros municípios do Vale do Mamanguape. A TV CORREIO exibiu uma reportagem sobre o trabalho que vem sendo feito na cidade em seu distrito, Barra de Camaratuba, que pode receber o investimento orçado em R$ 4 bilhões.

O mais interessante é que o prefeito garante que tem investidores prontos para aportar recursos necessários para a construção desse complexo industrial, numa área inicial de mil hectares (o município tem 7 mil hectares disponíveis para implantação total desse projeto) faltando apenas apoio do Estado, no que diz respeito às concessões das licenças necessárias para as obras começarem.

Assista no vídeo abaixo a reportagem, na íntegra, exibida no Correio Debate e no Jornal da Correio, desta terça-feira (2), na TV CORREIO.



O projeto ganhou repercussão na imprensa pernambucana. Na coluna de Jamildo Melo, no Jornal do Comércio, ele diz que a Paraíba quer criar porto de grandes dimensões em alto mar para concorrer com Suape. O prefeito disse a ele que o porto de Mataraca será parceiro com o de Pernambuco e não tem problema com desmatamentos, porque já tem toda uma área reservada e o porto ficaria seis quilômetros ao mar, com um calado entre 16 e 18 metros.

O reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Valdiney Gouveia, visitou recentemente o município de Mataraca, onde há uma proposta de construção de um Porto de Águas Profundas. O encontro ocorreu a convite do prefeito Egberto Madruga e do deputado estadual Moacir Rodrigues, com vistas a parcerias que beneficiem a Paraíba. “São milhares de empregos que serão gerados com a construção do Porto na cidade, teremos uma evolução da cidade e do Estado de forma surpreendente e a Paraíba merece, há tempo, um Porto de Águas Profundas”, constatou o reitor.

Segundo Valdney, a UFPB é uma instituição forte na pesquisa, ensino, inovação e tecnologia, e não poderia ficar fora de um projeto que significa mais desenvolvimento para o Estado. “Queremos estar unidos e fortes para dar o melhor que nós temos para que se concretize essa ação em Mataraca”, afirmou o professor Valdiney Gouveia.

O prefeito Egberto Madruga informou que o município já possui pronto o projeto para o Porto de Águas Profundas, bem como área para sua construção e potencial energético para atender o empreendimento que pode gerar até 30 mil empregos diretos. “Mataraca foi a primeira cidade a ter parque eólico, temos energia para atender cem por cento às necessidades do porto”, pontuou o Prefeito.

Acompanharam o Reitor o pró-reitor de Planejamento, professor Paulo de Tarso, e o presidente da Agência UFPB de Cooperação Internacional (ACI), professor Sandro Marden.

O projeto do porto de águas profundas da Paraíba não é novo. A ideia foi encampada por lideranças políticas e pelo então governador José Maranhão, no seu segundo mandato. Em 2014, o então senador Roberto Cavalcanti, fez um discurso da tribuna do Senado Federal falando da importância desse novo porto para o Estado. Confira o vídeo abaixo.